Mostrando postagens com marcador affinity. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador affinity. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Affinity - Affinity [1970] [REMASTERED + BONUS TRACKS] - United Kingdom / Reino Unido


Único trabalho desta boa banda que misturava rock progressivo, influências de jazz rock com passagens um tanto quanto cinematográficas. Foi lançado em 1970 pelo selo Vertigo e não chegou a decolar, mas nem por isso pode ter sua qualidade questionada. A primeira faixa, I Am And So Are You, é muito boa, um pop progressivo com um belo vocal de Linda Hoyle, ótimo instrumental, com destaque para os metais que acompanham a música. Aqui encontramos uma mistura musical bem equilibrada, com a voz de Linda combinando muito com o som da guitarra, baixo e bateria. Os teclados Hammond, como sempre, são um espetáculo à parte, como mostra a faixa Night Flight e ainda por cima os metais muito bem dosados, esbanjando versatilidade e que surpreendem pelo bom gosto utilizado. I Wonder If I Care As Much é uma balada carregada de emoção. O arranjo ganha densidade principalmente pelo trabalho intenso do tecladista aliado a uma belíssima base da bateria e baixo. Em alguns momentos chega a lembrar coisas mais ligadas à Black music americana, principalmente quanto ao timbre da sua cantora e da forte melodia. Mr. Joy, carregada de mistério, acompanhamento sutil do teclado e um vocal que sussurra de forma incrível durante a música, numa mistura de pop, progressivo e jazz rock de extrema categoria, evidencia a qualidade destes músicos. Uma das melhores faixas do disco. Já Cocoanut Grove até lembra a bossa nova brasileira e novamente a soul music é revisitada, principalmente em relação ao arranjo com violão, flauta e muito swing na melodia.Por estas faixas o álbum já agrada bastante e ainda temos de quebra uma releitura de All Along The Watchtower, de Bob Dylan. A regravação de quase doze minutos, faz com que a voz sensual de Linda Hoyle combine muito bem com a música e ainda há um ótimo trabalho instrumental, principalmente dos teclados de Lynton Naiff . Lembramos também que ninguém menos que Jonh Paul Jones (tecladista e baixista do Led Zepellin) foi o arranjador de algumas faixas do disco, justificando o alto padrão de qualidade do trabalho. Após o final da banda, os músicos acabaram seguindo outros caminhos. Linda gravou outro álbum pela Vertigo, chamado Pieces Of Me, em 1971, e que acabou se tornando uma verdadeira raridade anos depois. Essa veresão é um relançamento em CD pela Repertoire Records, de 1993, que traz duas faixas bônus – Eli’s Coming e United States of Mind – e que também valem muito a pena. Foi também relançado em vinil pela Akarma Records. Mas bom mesmo é o relançamento da Lilith Records de 2007, numa edição dupla, caprichadíssima e trazendo nada menos do que oito faixas bônus, inclusive uma impagável versão de I Am the Walrus dos Beatles. Imperdível, um tremendo luxo.

Release / Label:
Akarma ‎– AK 112, Comet Records ‎– AK 112 CD


Track Listing:
1. I am and so are you (3:31)
2. Night flight (7:15)
3. I wonder if I care as much (3:20)
4. Mr. Joy (5:02)
5. Three sisters (4:57)
6. Cocoanut grove (2:35)
7. All along the watchtower (11:36)
Bonus tracks Repertoire Records version (1993): 
8. Eli's coming (3:32)
9. United states of mind (2:49)

Line-up:
- Mo Foster / bass, bass (electric)
- Linda Hoyle / vocals
- Mike Jupp / guitar, guitar (electric), guitar (12 String)
- Lynton Naiff / piano, harpsichord, piano (electric), vibraphone
- Grant Serpell / percussion, drums

Format: flac (image + cue) = 257 mb = Yandex / pass = makina
Format: mp3 (128 kbps) = 48 mb = Yandex / pass = makina
Format: flac (image + cue) = 248 mb = Torrent

Pesquisar este blog

WORLD